Isolamento nem sempre é desconexão e conexão nem sempre é sentir-se parte do todo. A proposta do projeto Arquivivências é o registro e compartilhamento de textos, numa aposta de que sentir-se tocado pela experiência do outro é entrar em comunhão, de alguma forma, com o coletivo. É sentir-se próximo, é exercitar a empatia, é estar junto, mesmo que necessária e momentaneamente separados por essa pandemia que nos assola.

 

Este blog é uma das formas de fazer circular os textos recebidos pelo projeto Arquivivências. São textos diversos sobre a pandemia que vivenciamos, de autores também diversos. Textos que nos fazem refletir, rir, chorar, espantar, conectar! Esperamos que vocês, leitores, sintam-se representados e representadas em suas vivências e emoções, sintam-se parte desse todo humano e coletivo.

Buscar