Buscar
  • projetoarquivivências@gmail.com

Poetas



Josenir Baciliere


Para falar dos poetas,

quero parabenizar

os loucos e curiosos

que aprenderam a rimar.


Que oferecem palavras que emocionam a gente, que emulsionam a alma num jeito bem diferente. Vez em quando esses caras vestidos de nostalgias escrevem suas histórias ao modo de poesias. Românticos por destino, rebeldes por natureza. Espalham suas armadilhas e baixam nossas defesas. Têm por arma a rima e por vetor, o caderno, e este jeito primitivo ainda é muito moderno. Poetas são como vírus, do Oriente ao poente se espalham aos quatro ventos e um dia chegam na gente Contaminam nosso corpo causando essa desventura. Uma doença gostosa para a qual não se tem cura.

15/03/2020



67 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo